Dia totalmente diferente

Acordei.  Eram cerca de 7 a.m., ou seja, cerca de 30 minutos mais tarde que o horário “acordar cedo” e 30 minutos mais cedo que o horário “estar atrasado”. Isso talvez fosse um ótimo fato, se não houvesse outro: não levantei exatamente quando acordei, só fiz isso 35 minutos mais tarde, ou seja, 5 minutos depois de ficar atrasado.

Um banho rápido era um pré-requisito, mas ele demorou cerca de 20 minutos, então, pelas contas que todos devem estar fazendo (se não estiver, é porque é analfabeto, com sérias dificuldades em contas matemáticas ou não sabe o que é o tempo) restam somente 5 minutos para as 8 horas, momento exato em que a aula começa oficialmente, mesmo que alguns professores teimam em não acreditar.

Paraênteses para falar do tempo para aqueles que não o conhecem: “o tempo é farto e generoso, mas não devolve a vida aos que não nasceram” (Raduan Nassar – Lavoura Arcaica).

Mas felizmente cheguei em horário suficiente para que a lista de presença fosse assinada com minha própria caligrafia. Aulas normais, mas diferentes, talvez por isso mesmo.

Almoço estranho (na verdade, nenhum almoço seria o termo mais apropriado). Tarde estranha, com muitos estudos e dores de cabeça, mesmo que essas últimas não fossem literalmente. Jantar mais estranho ainda.

Amigos felizes espalhados por ai.

Post estranho.

Fernando “estranho” Hattori

Anúncios