Pátria amada!

Talvez a grande maioria das pessoas não percebem a aproximação de data tão importante, mas o caso é que como devo planejar antecipadamente o que exatamente farei nessa data e na semana na qual ela estará inserida, que tenho uma leve folga de aulas. Leve folga de aulas, pois mesmo sem elas o estudo precisa continuar, incluindo qualquer tipo de trabalho. Nesses períodos sem aula, os estudantes têm portanto mais tempo livre para estudar e partindo desse princípio, os professores aproveitam a oportunidade para se esquecer que não existe somente a aula deles (como era o caso de filosofia nos tempos mais antigos) e ocuparem todo o tempo livre e mais um pouco.

Na verdade, essa reclamação até tem certa razão, mas mesmo assim não há verdadeiros grandes motivos para se reclamar. É sempre bom continuar estudando.

Mas o motivo ou motivação deste texto não são as aulas, os professores ou os estudos. Mas sim a data em si: sete de setembro (07/09). Como podem ver, a soma dos algarismos da data resulta em dezoito (18), um número sem qualquer significado para mim e para boa parte das pessoas sem importância maior que ser o antecessor de dezenove (19, idade que Stephen King teria começado a escrever “A Torre Negra” e que nesta mesma obra seria a palavra-chave para fazer um vivo que viu o mundo dos mortos revelar toda a verdade sobre a morte) e sucessor do dezessete (17, possui sete como número básico e portanto cheio de misticismos).

Voltando à data da proclamação da independência da atual República Federativa do Brasil.

Sei que sou repetitivo e que milhares já ouviram isso de outros milhares de lugares. Mas quero deixar escrito aqui, que independência em lugar algum. Talvez independência de naquele momento adquirir a primeira dívida externa, “comprando” a independência do Brasil. Não se tem independência política com um governador estrangeiro e nem econômica devendo para os outros.

Piada! Como bem falei no post anterior: piada!

Por essas e outras que pessoas cantam por ai Blind Pigs.

Fernando “reading the book on the table” Hattori

Anúncios

3 pensamentos sobre “Pátria amada!

  1. ferrrr…..acho ki voce viaja um pouco na historia dos 18/17….
    masss a reclamacao aos professores esta coerente…ashuasoashuas
    tbm acho isso….que tds os professores acham que sao unicoss e que so eles dao materia…e pensam que agente nao faz nada da vida alem de estudar…pensa que todo o nosso tempo e dedicado aos estudos etc…
    ate poderia ou deveria ser mesmo…mas ha coisas mais interessantes, e nao mais urgentes, que os estudos!!

    bom…voce vai estar aqui no domingo??
    se tiver….vai ter campeonato de taekwondo e estou te convidando para ir…
    adoraria te ver la mi vendo lutando..o.O

    bom…
    voce reflete muito sobre a vida e principalmente sobre o que estamos fazendo com ela…
    como a poluicao (que eu li aqui), sobre a politica, os estudos….
    e acho que voce ta certo…afinal…se agente nao pensar por nos…quem vai pensar??
    ^^

    beijos meu amourr!
    ateh
    =****

    kaaaaaaaaaaaahren

  2. Crítico como sempre, huh? De qualquer maneira, o comentário anterior tá muito grande, daria um post também!

    Concordo com a questão dos professores, eles esquecem que o verdadeiro motivo de existir uma semana da patria (o mesmo vale para a semana da pascoa no começo do ano) é fazer com que os alunos descansem do mês de agosto, que não possui nenhum feriado! De qualquer maneira, tenho o péssimo hábito de deixar tudo acumular e só estudar depois da semana da pátria…

    Eu queria ler a série lá da “torre negra”, mas acho que isto não tem nada a ver com o escopo do texto.

    Sobre 18, é um número especial, pq marca a passagem de uma pessoa para a idade adulta. Pelo menos em tese, já que alguns ainda continuam sob as asas dos pais (Como eu).

    E sobre o Brasil, só podemos lamentar!

    o/

    P.S. Epa, eu não estou postando! só comentando! Baita comentário gigante!

  3. credo… com esses comentários grandes dá até preguiça de ler…

    mas olha… quero ver quem vai estudar na semana da patria… e qro ver quem vai fazer lambança na semana da patria… rs

    Não eskeci ainda do meu ovomaltine, viu?!

    enfim, sobre a parte dos professores, vc tem razão, sobre a parte politica tbm, apesar de existirem outros zilhões de fatores que implicam na nossa dependência… mas tudo bem, isso daria assunto pra outro post… ou uma série deles, ou um blog, ou um curso, ou um mestrado… ¬¬

    bjussssssssssssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s