Dialogando

Antes de começar esse texto só um aviso. Alguns dias atrás deixei meu apoio ao Mário Kajiya quando ele falou mal do serviço akismet, mas hoje vi que ele tinha bloqueado mais dois comentários. Imediatamente fui tentar salvar esses comentários, que eu achava que mais uma vez ele tinha feito burrada. Mas não. Dessa vez ele fez uma coisa certa, bloqueou dois comentários com vários termos como viagra e outras coisas que com certeza ele deve tentar filtrar. Obrigado, akismet.

O verdadeiro título desse post deveria ser: “Diálogo com eu, eu mesmo e ela”. Mas resolvi deixar assim mesmo, chega de títulos grandes, já bastou a mais bela garota do bon odori de todos os tempos, aliás, a verei no sábado! 😉

Resolvi descrever em forma narrativa o meu diálogo comigo mesmo no período de tempo que li meu próprio último texto e os comentários feitos a ele. Tudo que acontece entre asteriscos (*) não são falas, são ações em geral. Em itálico está um dos meus eu, o outro está sublinhado.

*Depois de terminar o texto*

Ótimo. Finalmente terminei.

Com certeza escreverão que você andou fazendo safadeza, lambança e essas coisas nos comentários. Quer apostar um ovo maltine?

Não quero apostar nada. Apesar de achar que as pessoas entenderão o que eu quis dizer com tudo isso, eles verão a deusificação, idealização que fiz dela.

*Depois de ler todos os comentários (os 6 primeiros)*

Viu? Devia ter apostado. Ninguém disse isso ainda.

Talvez, mas duas querem que eu mostre ela para elas. Outras duas disseram que deve ter sido uma coisa legal para mim ser cumprimentado pela mais bela garota do bon odori de todos os tempos. E tem a do SAT, que não disse muita coisa apesar do comentário muito engraçado.

Realmente. Ninguém percebeu a ironia, não é!?

Se perceberam, ninguém deixo isso claro no comentário.

Você não deixou isso claro no texto.

Já viu ironias explícitas?

Você não entende. Você foi sim irônico, mas aquele momento só seu e dela foi especial sim. Eu estava lá, lembra?

Talvez você esteja certo, mas mesmo se estiver, não valeu nada.

Para ela não. Percebeu que está escrevendo sobre a mesma coisa de novo?

É mesmo. Não vamos mais cansar os outros. Vou riscar tudo.

OK

Fernando “duvido que alguém saiba quem é ela” Hattori

Anúncios

4 pensamentos sobre “Dialogando

  1. Nossa fefo
    o que houve…sua loucura se multiplicou imensamente…
    entou sinceramente preocupada….
    nossa…
    bom tirando isso…
    acho que a ironia naum ficou explicita msm

    mas vc jah viu ironia explicita??

    ai isso pega heim japa…
    falando em japas…
    quando eu digo que sao estranhooos….
    haUAHUhauA
    te amo japinha
    saudaddessss

  2. Mesmo sem querer você consegue ser muito engraçado!!!!
    Será que só eu acho isso?

    Mas enfim… os dois últimos textos estão bem legais !!!!!

    repetindo :nunca entro aqui, mas quando entro sempre vejo textos muito bons !!!

  3. Hum… Tem irônia no ultimo texto? Sério? Bom, vou ser sincero, quando eu li o ultimo texto, ia chamar vc de safado mesmo… Mas desisti na metade. E hoje continuo não gostando do akismet. Ele deixou passar um spam, e bloqueou um comentário util.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s